Compreenda o temporário pelo que ele é

Compreenda o temporário pelo que ele é

Mas, na verdade, o corpo não é uma coisa que se possa consertar. Como Sua Santidade o Dalai Lama falou: “A felicidade física é apenas um eventual equilíbrio dos elementos no corpo, não uma harmonia profunda. Compreenda o temporário pelo que ele é”. O corpo é, na verdade, um organismo dinâmico e imprevisível, dependente de partes, de elementos, de todas as outras coisas no universo – um koan em si mesmo.
Saiba mais →
Sobre o voto de renascer como mulher, de Jetsunma Tenzin Palmo

Sobre o voto de renascer como mulher, de Jetsunma Tenzin Palmo

Ela não era particularmente militante. Acontece simplesmente que o equilíbrio de poder no campo espiritual tinha que ser corrigido. “Claro que ser homem ou mulher é relativo, mas neste momento estamos vivendo em um plano relativo, e o caso é que há uma imensa escassez de professores espirituais femininos. Então, ser mulher neste momento é mais útil”, diz ela com simplicidade.
Saiba mais →
Arco-íris na mão

As emoções e o arco-íris

Existe uma grande diferença entre ter pensamentos e emoções e ser absorvido por eles e se identificar com eles. Ainda podemos ter pensamentos e emoções enquanto vemos sua qualidade de arco-íris. Em outras palavras, embora não acreditemos neles de todo coração, podemos brincar com eles. Quando vemos um arco-íris, não pensamos que seja real. Arco-íris surgem a partir de certas causas e condições, como a umidade do ar entrando em contato com a luz do sol sob certo ângulo. Se todas as causas e condições se juntam, temos algo que é muito bonito e de aparência muito sólida que chamamos de arco-íris. Ele não existe realmente, mas ainda assim existe.
Saiba mais →
Mude suas prioridades, mas continue sendo como é

Mude suas prioridades, mas continue sendo como é

Este aforismo nos diz que devemos transformar nossas mentes, mas, externamente, não precisamos mudar radicalmente nosso comportamento para mostrar o quanto nos tornamos “espiritualizados”. Nós nos esforçamos para atenuar as aflições mentais, melhorar a qualidade da atenção e cultivar a equanimidade, a bondade amorosa e a compaixão. Quando conseguimos um pouco de progresso, a inclinação natural é se mostrar: “eu costumava ser mesquinho mas, agora, olha só como sou generoso. Eu costumava ser impaciente mas, agora, olha como sou tranquilo!” Queremos mostrar o que conquistamos, externalizar as boas transformações que ocorreram dentro de nós. O compromisso é o de resistir à tentação de externalizar o progresso espiritual. Mantenha essas práticas profundas, produza grandes mudanças em sua mente, mas deixe sua conduta permanecer como está.
Saiba mais →
Reconhecendo gatilhos e padrões

Reconhecendo gatilhos e padrões

Depois de se ter passado algum tempo observando, com presença mental, como agimos e reagimos enquanto vivenciamos diversos estados emocionais, começamos a reconhecer padrões. Tornamo-nos capazes de reconhecê-los: É assim que eu fico quando estou com raiva, é assim que fico com ciúmes, com desejo e assim por diante. Nesse ponto, já temos um bom retrato de nossa própria constituição emocional. Esse olhar fresco sobre si próprio quando sob a influência de tais hábitos pode revelar qual é o momento ideal para buscar ajuda e procurar uma saída.

1 comentário Saiba mais →
A metabavana é crucial para o desenvolvimento da sabedoria

A metabavana é crucial para o desenvolvimento da sabedoria

A visão é mais elaborada quando nos tornamos mais carinhosos e mais amorosos e nos abrimos para os outros. Nós não teremos uma mente fechada se adotarmos essa abordagem equilibrada. Para esse fim, o próprio Buda ensinou a meditação sobre a bondade amorosa, metta-bhavana. Ele disse que a meditação de metabavana é crucial para o desenvolvimento de prajna ou sabedoria.
1 comentário Saiba mais →