Seu carrinho

A negação na meditação

Postado por Vítor Barreto em


Trecho do capítulo 5 (Dois modos de escapar) do livro "O poder de uma pergunta aberta". [...] Pensamentos surgem junto com energia, sensação e emoção, e não há problema nisso. Mas o que fazemos quando energia, sensações, pensamentos e emoções se tornam desconfortáveis? O que fazemos com todas as experiências indesejáveis que temos durante a meditação? A tensão em nosso pescoço: o que fazemos com ela? O que fazemos com todos aqueles pensamentos incontroláveis? O que fazemos com o embotamento, as emoções negativas, a fadiga, a excitação, a loucura, o tédio? Em suma, o que fazemos com as experiências desagradáveis? “Indesejáveis” refere-se às frustrações que experienciamos quando nossas esperanças e expectativas sobre como queremos que as coisas sejam não são atendidas. Temos...

Ler texto completo

Desenvolvendo uma nova relação com a beleza (trecho do livro "O poder de uma pergunta aberta")

Postado por Vítor Barreto em


Trecho do capítulo 10 (Consertando e curando), do livro "O poder de uma pergunta aberta", lançamento da Lúcida Letra: Desenvolvendo uma nova relação com a beleza Tenho mais uma história sobre árvores. Em uma primavera, anos depois de ter dirigido por aquela estrada sinuosa com árvores que se coloriam no outono, Rinpoche me levou a Kyoto, no Japão, para ver as cerejeiras em flor. As flores pareciam ser o reflexo de um pôr do sol cor-de-rosa batendo na neve. Eu poderia seguir falando de sua beleza... mas algo me interessou ainda mais do que as flores: observar o povo japonês apreciando-as. Quando os japoneses olham para uma flor de cerejeira, se em algum momento chegam a dizer alguma coisa, eles dizem...

Ler texto completo

Por que o livro "Transformando confusão em clareza" é tão importante?

Postado por Vítor Barreto em


Abaixo, um trecho do prefácio de Matthieu Ricard, em que ele explica a importância das práticas preliminares e as qualidades desse livro de Mingyur Rinpoche: A combinação de testemunhos pessoais, com insights sobre a mente das pessoas e a entusiástica abertura para com o entendimento contemporâneo são algumas das características marcantes da inigualável facilidade com que Mingyur Rinpoche apresenta os ensinamentos mais profundos do Budismo, juntamente com questões relevantes para nosso mundo moderno. Em Transformando Confusão em Clareza, Rinpoche aplica essas maravilhosas habilidades. Ele nos oferece ensinamentos abrangentes sobre as práticas fundamentais, contendo instruções indispensáveis para realizar essas práticas de forma tradicional e autêntica. O que é muito especial, no entanto, é que essas instruções tradicionais são intercaladas com memórias inspiradoras,...

Ler texto completo

O budismo é teísta? O que é o carma?

Postado por Vítor Barreto em


Trecho do lançamento da Lúcida Letra, Reflexos em um lago na montanha. Ao final de cada capítulo, há perguntas e respostas.   P: A senhora disse que o budismo é não teísta. Como conciliar isso com a atitude em relação ao Buda? TP: O Buda não era um deus. Era um príncipe indiano que atingiu a iluminação perfeita por meio de seu esforço. Rompeu todas as fronteiras da ignorância e desconhecimento; a mente dele expandiu-se em todas as direções, e ele enxergou com clareza. Ele despertou. A realidade é que estamos todos dormindo em um mar de ignorância e também precisamos despertar. Quando reverenciamos o Buda, é pela enorme gratidão por seu exemplo e pelo fato de ter passado 45 anos...

Ler texto completo

As 4 nobres verdades em uma abordagem para crianças

Postado por Vítor Barreto em


No livro Meditação em ação para crianças, Susan Kaiser Greenland apresenta diversos métodos e práticas para introduzir o mundo interno, a serenidade e a compreensão do nosso mundo para as crianças. Um dos conteúdos que me chamou a atenção aparece logo no primeiro capítulo, quando a autora apresenta as 4 Nobres Verdades do Buda de um modo bem acessível, sobretudo porque o livro não é propriamente budista. Não conseguirei colar todo o conteúdo aqui, mas reproduzo alguns trechos: Quatro descobertas da atenção plena A atenção plena foi desenvolvida há mais de 2.500 anos como resultado de uma descoberta sobre a natureza da experiência cotidiana baseada no senso comum: a de que cada aspecto da vida se encaixa de alguma forma no âmbito...

Ler texto completo

Uma viagem para a totalidade (um trecho do livro Autocompaixão com um exercício)

Postado por Vítor Barreto em


O trecho a seguir é parte do livro "Autocompaixão" e inclui um exercício. Para saber mais, você pode comprar o livro nas melhores livrarias e também aqui na Lúcida Letra.    Percorrer o caminho para tornar-se um todo leva algum tempo e não acontece do dia para a noite. Rachel é minha amiga espirituosa e inteligente da época da pós-graduação. Apesar de suas qualidades, ela também conseguia ser um pouco vazia. A camiseta que estava usando quando a conheci praticamente a resume: “a vida é traiçoeira, porque se fosse apenas injusta, seria fácil”. Rachel era uma clássica pessimista, sempre via o copo meio vazio. Mesmo quando tudo estava relativamente bem, com apenas poucos desafios a enfrentar, Rachel se concentrava quase...

Ler texto completo

Real, mas não verdadeiro

Postado por Vítor Barreto em


Real, mas não verdadeiro Trecho do livro "Coração aberto, mente aberta", em que Tsoknyi Rinpoche fala do medo que sentiu ao se deparar com uma ponte de vidro a centenas de metros de altura e de como esse medo pode ser abordado na prática. O medo que senti era real – no sentido de que eu o estava experimentando plenamente –, mas não se baseava em circunstâncias verdadeiras. Era, isso sim, deflagrado por memórias residuais de experiências passadas – de cair de grandes alturas e sentir dor e de percepções errôneas das circunstâncias imediatas. A ponte obviamente era resistente e o medo que senti de atravessá-la não levava em conta a verdade de que muita gente estava andando por ela de um...

Ler texto completo

Prefácio de Richard Gere para o livro "Coração aberto, mente aberta"

Postado por Vítor Barreto em


Prefácio Se quiser encontrar um peixe,olhe dentro do oceano.Se quiser se encontrar, olhedentro de sua mente. Conheci Tsoknyi Rinpoche em Litchfield, Connecticut, em 1997. Era meu primeiro retiro de dzogchen e eu estava bastante nervoso. Mas não havia realmente nada com o que me preocupar. Rinpoche era um professor tão bom e genuíno que rapidamente nos deixou à vontade com sua sagacidade, seu humor e sua completa naturalidade, ao mesmo tempo em que, repetidamente, nos desafiava a descobrir e repousar na verdade aberta de nossa essência natural, de nosso estado de ser natural. Desde então o considero um professor confiável e um amigo querido. É uma daquelas pessoas que se anseia por encontrar e estar junto, que é lembrada com...

Ler texto completo

Sobre Tsoknyi Rinpoche

Postado por Vítor Barreto em


Lama Jigme Lhawang, diretor espiritual da Drukpa Brasil, foi muito gentil em escrever uma apresentação, nos mostrando quem é Tsoknyi Rinpoche, autor do livro Coração aberto, mente aberta. Drubwang Tsoknyi Rinpoche é um dos maiores mestres das Linhagens Drukpa e Nyingma dos tempos atuais. Detentor das tradições Dzogchen e Mahamudra reside nos himalaias nepaleses como um yôgui que escolheu viver uma vida leve, tranquila e sábia cuidando de sua família, de seus lamas, monges e monjas bem como de centros de retiro e mosteiros por toda a região himalaica. Filho do siddha Tulku Orgyen Rinpoche, treinou meditação com seu pai desde criança, junto com seus irmãos, hoje grandes mestres: Terton Chokling Rinpoche, Chokyi Nyima Rinpoche e Mingyur Rinpoche. Também é...

Ler texto completo

Retrospectiva 2017

Postado por Vítor Barreto em


Feliz 2018! Meu primeiro contato do ano é para relembrar e compartilhar o que aconteceu na Lúcida Letra no ano passado. O ano de 2017 já começou com novidades. Lançamos um site novo com uma plataforma de loja virtual mais profissional (o que facilitou muito o meu trabalho, que trabalho sozinho no faturamento, embalagem, estoque...). Em fevereiro, foi lançado o livro Não é para a felicidade, de Dzongsar Khyentse Rinpoche. Um importantíssimo livro sobre as práticas preliminares. O livro já está no final da tiragem e em breve vai pra gráfica para uma nova impressão. Em abril, o site Papo de Homem começou uma parceria para divulgar trechos dos livros. Essa parceria tem sido maravilhosa e agradeço muito ao Guilherme...

Ler texto completo